Quinta, 11/02 | Guia Floripa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Quinta, 11/02

 

maria-luiza-flores-carvalho

Parabéns pra você - A linda Maria Luiza Flores Carvalho completa 15 anos na segunda próxima, mas festeja nesta sexta-feira os seus 15 anos reunindo amigas e família no Porto Fino. (MegaModel Sul/Divulgação)

 

meire-eduardo-costa-guiaflo

Meire e o ex-jogador Eduardo Costa, que jogou na Europa, no Vasco e no Avaí, seu time do coração, assistiram os desfiles de camarote no espaço Premium que estreou este ano na passarela Nego Quiridu. (Marco César/Divulgação)

 

Abaixo o bate-estaca

O carnaval do Centro da cidade merece alguns reparos, como todos os anos. Mas o mais importante deveria vir dos vereadores aprovando uma lei que determine locais para sons automotivos. Apenas um carro desses “bate-estacas” apagou a bateria inteira do bloco Sou + Eu e as vozes da banda comandada pelo Neném Maravilha em cima de um trio elétrico. Vereador Afrânio Boppré ficou sensibilizado e promete levar o assunto ao plenário antes que o carnaval do Centro vire um inferno de carros automotivos a matar nossa audição.

 

Aliás

Melhor lugar de concentração no centro da cidade foi na escadaria do Rosário com o bloco Pauta que Pariu, organizado pelos jornalistas no sábado de carnaval. Boa música ao vivo com marchinhas e clássicas do carnaval e sem ensurdecer a galera.

 

Sou + antes

Diretoria do maior bloco carnavalesco de Floripa precisa voltar à antiga concentração do Sou + Eu, nas imediações da avenida Osmar Cunha. O grande barato do bloco é a “procissão” até chegar na praça XV. Ao lado do TAC e cercado de carros com som automotivo acabou a brincadeira.

 

A bordo

Superintendente da Embratur, Vinícius Lummertz, prestigiou o desfile da passarela Nego Quiridu e seu amigo, prefeito César Júnior no sábado. Sexta-feira tinha ido para Salvador e no domingo voou para o Rio de Janeiro. Maior parte do seu carnaval foi a bordo de um Boing. Na quarta-feira de cinza foi mais longe: Itália. Está “vendendo” a Olimpíada na Europa.

 

Bate-estaca

Ex-prefeito Edison Andrino foi prestigiar o carnaval pelas ruas de Santo Antônio de Lisboa ao lado de seu amigo, o manezinho Décio Bortoluzzi. Ficaram espantados com a sonoridade também infestada de sons “bate-estacas” e eletrônicos. Cadê nossas marchinhas, sambas-enredos e músicas de carnaval? Foram pro pau!

 

Sem magia

Em minha coluna mensal no jornal Folha da Lagoa, onde só comento coisas de nosso cartão postal, antecipei o fracasso da União da Ilha da Magia no desfile da passarela Nego Quirido. Sem apoio de comunidade nenhuma agremiação chega ao topo. A UIM precisa voltar às raízes com enredos e sambas falando de nossa gente e nossas coisas.

 

Na Sapucaí

Antes de completar 60 anos finalmente vou assistir um desfile na Sapucaí. E nada mais, nada menos que as principais escolas de samba do Rio de Janeiro vencedoras deste carnaval e que voltam ao “sambódromo” no Desfile das Campeãs neste sábado. Na volta faço comentários e comparações com o desfile da Nego Quirido. Bom fim de semana. Depois disso começa 2016.

 

O cara

Diante de tanta sacanagem e roubalheira que não tem fim, só mesmo o juiz federal Sérgio Moro pra arrumar a casa Brasil. Voto nele pra presidente.


PUBLICIDADE

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE