Fotografias e objetos integram a exposição OVA, primeira individual de Maristela Müller, realizada na Fundação Cultural Badesc | Guia Floripa
PUBLICIDADE

Fotografias e objetos integram a exposição OVA, primeira individual de Maristela Müller, realizada na Fundação Cultural Badesc

O Espaço Paulo Gaiad da Fundação Cultural Badesc, no Centro de Florianópolis, recebe a partir do dia 17 de outubro, a exposição OVA, da artista visual Maristela Müller. A abertura está marcada para às 19h da quinta-feira e a entrada é gratuita. OVA, título da primeira mostra individual de Maristela é originado do Latim e o vocábulo designa o plural de ovo, assim como a bolsa cheia de ovos dos peixes. Nesta exposição, a artista apresenta fotografias e objetos artísticos que remetem à fertilidade e podem representar ovos e óvulos de qualquer animal. O nome também remete à expressão uma ova, que exprime negação e repúdio, criando um contraponto poético. Convite OVA, Maristela Muller Balançando entre a beleza e o asqueroso, a morbidez e a fertilidade, entre natureza e ato criador humano, o conjunto de trabalhos ao ser visto de longe, chama a atenção pela delicadeza, mas quando observados de perto podem parecer repugnantes. Criando um misto de afeição e incômodo, de entusiasmo e negação do nosso contexto fecundo. Os trabalhos que compõem a exposição, selecionada pelo Edital 2019 da Fundação na Categoria Primeira Individual, que visa incentivar e apoiar artistas em início de carreira, foram desenvolvidos no decorrer de 2016 até início de 2019, junto ao grupo de arte denominado Sopro Coletivo, que se encontra uma a duas vezes por mês na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). A Fundação Cultural Badesc fica na rua Visconde de Ouro Preto, 216, no Centro da Capital e OVA, de Maristela Müller pode ser visitada gratuitamente até o dia 22 de novembro, sempre de terça à sábado, das 12h às 19h. Trabalho Exposição OVA de Maristela Müller - crédito Maristela Müller (2) Conheça mais sobre a artista: Maristela Müller é Mestra em Artes Visuais (2017), pelo PPGAV/UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina. Graduada no Curso de Licenciatura em Educação Artística (2010), pelo CEART/UDESC. Atuou como professora em Escola Pública por mais de três anos, tendo experiência na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, com ênfase nas Séries Finais. Atuou como Professora no Ensino Superior por mais de quatro anos na FETREMIS, no curso de Licenciatura em Pedagogia e na Pós-graduação (Lato sensu). Desde o ano de 2015 faz parte do corpo editorial da Revista Educação, Artes e Inclusão (Qualis A2 em Artes e B1 no Ensino). Atualmente, cursa o Doutorado em Artes Visuais, pela UDESC, pesquisando o entrelaçamento entre ser professor e artista, bem como, desenvolve seus trabalhos artísticos voltados para as temáticas e problemáticas do corpo, do feminino e da fertilidade. Autor da publicação: Willian S. Schütz. Contato por e-mail: willianschutz@hotmail.com Assessoria: Juliano Zanotelli, Willian Schütz e Fundação Cultural Badesc. Imagens: Maristela Müller e divulgação.


PUBLICIDADE

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE