Poker, xadrez e muito mais: já conhece as Olimpíadas da Mente? | Guia Floripa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Poker, xadrez e muito mais: já conhece as Olimpíadas da Mente?

A cada quatro anos, os Jogos Olímpicos reúnem os melhores atletas do planeta. Mas você sabia que existe uma competição mundial exclusivamente dedicada aos esportes da mente? Nas Olimpíadas da Mente, os grandes campeões não precisam de ser fortes, rápidos, ou sequer de estar em forma. Eles apenas precisam de ter um cérebro astuto e de saber como jogar poker, xadrez, ou damas.

Em 2021, as Olimpíadas da Mente (que se realizam anualmente) vão voltar a se realizar em formato online, tal como aconteceu no ano passado. O regresso da competição foi anunciado no início do mês de agosto e o torneio vai voltar a contar não só com jogos de cartas e de tabuleiro clássicos como com jogos mais modernos como Magic: The Gathering ou Descobridores de Catan.

Organizadas desde 1997, as Olimpíadas da Mente ainda são pouco conhecidas do grande público; mas no ano em que se realiza a sua 25.ª edição, vale a pena dar uma olhada na história deste fascinante torneio e aprender mais acerca dos jogos em destaque.

Nas Olimpíadas da Mente, o poker é rei!

O poker é um esporte mental baseado em probabilidades e inteligência emocional.

O jogo de maior destaque das Olimpíadas da Mente é o poker. Em 2021, os jogos de poker vão ser disputados online, num formato bastante familiar da maior parte dos fãs da modalidade. Um jogo de cartas com mais de um século de história, o poker tem se tornado cada vez mais popular desde o final dos anos 90, altura em que foram introduzidos os primeiros torneios de poker online.

No Brasil, o poker online já se tornou numa espécie de esporte nacional. Os brasileiros são particularmente habilidosos na categoria e já conquistaram várias braceletes da WSOP (equivalentes ao título de campeão do mundo). O mais recente campeão de poker brasileiro é o gaúcho Renan Bruschi, que venceu um importante torneio internacional de poker online em agosto de 2021.

Os maiores nomes do poker profissional não costumam participar nas Olimpíadas da Mente, que são principalmente frequentadas por fãs de jogos de tabuleiro, estudantes universitários e investigadores do campo académico. Ainda assim, tratam-se de um jogo importante para determinar o vencedor de cada edição.

Fora das Olimpíadas da Mente, a cena competitiva de poker entusiasma milhões de jogadores em todo o mundo. A crescente popularidade da modalidade é uma consequência do aparecimento de cada vez mais sites internacionais de poker online, que fazem parte de uma indústria avaliada em mais de 72 biliões de dólares. Existem também vários sites de poker online disponíveis em língua portuguesa. O 888poker, por exemplo, encontra-se licenciado em Portugal, país que contou com mais de 600 mil jogadores online ativos no segundo trimestre de 2021.

Outros jogos das Olimpíadas da Mente

O poker pode ser o grande destaque das Olimpíadas da Mente, mas existem muitos outros jogos à disposição dos participantes. O xadrez continua a ser um dos mais importantes: tido como o maior exemplo de um esporte mental, o xadrez é um jogo milenar que combina estratégia, pensamento lógico e capacidade de concentração. Outros jogos de tabuleiro clássicos que fazem parte das Olimpíadas da Mente são as damas, o shogi, o gamão ou o reversi (também conhecido como othello).

Mas existe espaço para todo o tipo de desafios mentais nas Olimpíadas da Mente, que não excluem jogos mais modernos. Para além dos citados Magic: The Gathering e Descobridores de Catan, jogos de tabuleiro como o Mastemind, o Entropy (criado em 1977) ou o TwixT também englobam o catálogo de jogos disponíveis.

Inglaterra domina a lista de vencedores

Foi aqui, em Royal Albert Hall, que se realizou a primeira edição das Olimpíadas da Mente.

As Olimpíadas da Mente são acima de tudo uma competição inglesa. Se excluirmos as edições de 2020 e 2021 (organizadas online), as Olimpíadas tiveram sempre Inglaterra como país anfitrião. A primeira edição se realizou em 1997 no Royal Festival Hall de Londres, a cidade que mais vezes recebeu os jogos.

A competição também passou várias vezes pela cidade de Manchester. Em 2007, numa das suas edições mais peculiares, as Olimpíadas da Mente decorreram numa igreja de Potters Bar, uma pequena cidade pitoresca a norte da capital.

Se a Inglaterra é o anfitrião inevitável das Olimpíadas, o mesmo se pode dizer dos seus grandes campeões. O "Michael Phelps" das Olimpíadas da Mente é o britânico Demis Hassabis, que venceu a competição por cinco vezes consecutivas. Um notável neuro-cientista, designer de games e investigador de Inteligência Artificial, Hassabis trabalha junto do governo do Reino Unido desde 2018, servindo como conselheiro em assuntos relacionados com tecnologia e Inteligência Artificial.

O grande campeão das Olimpíadas da Mente é determinado segundo uma fórmula matemática que compila resultados numa série de cinco eventos. Ao longo dos anos, alguns competidores de fora do Reino Unido conseguiram quebrar a hegemonia britânica. Foi o caso de Andres Kuusk, da Estónia, que venceu a competição quatro vezes.

Em 2012, o célebre designer de jogos italiano Dario De Toffoli também conseguiu conquistar o primeiro lugar. Até ao momento, nenhum jogador brasileiro se destacou na competição.


PUBLICIDADE

Veja também

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE