PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Ponta das Canas

No extremo norte da ilha, entre as praias da Lagoinha e da Cachoeira de Bom Jesus, fica localizada a Praia de Ponta das Canas, um local de veraneio para muitos florianopolitanos e turistas. Ao mesmo tempo em que possui uma boa infraestrutura de serviços, hotéis e prédios modernos, a praia ainda guarda uma tradicional colônia de pescadores. As águas calmas da praia são um atrativo para famílias com crianças e para quem gosta de se banhar com tranquilidade. A faixa de areia é extensa, permitindo que muitas pessoas encontrem um bom lugar para abrir o guarda-sol e relaxar curtindo o ambiente.  English version. Click here!

Características Naturais de Ponta das Canas Não há divisa natural entre Ponta das Canas e a vizinha Cachoeira do Bom Jesus. A fronteira é apenas uma convenção. Partindo de Ponta das Canas pela areia, pode-se caminhar até Canasvieiras sem barreiras. Ao norte, a Ponta da Lagoa marca o fim da praia. Águas calmas, claras e finas, amareladas, compõem a paisagem. A praia possui cerca de 950 metros comprimento, com larguras que variam entre 1 e 18 metros. As águas possuem um tom esverdeado, o declive do fundo é suave, caracterizando uma praia intermediária entre aberta e de baía. As ondas pequenas quebram com tranquilidade na praia, mas algumas fortes ressacas já foram registradas. A temperatura é agradável durante o verão, ficando em torno dos 23ºC. A área sofre com um processo de erosão, provocado por correntes marinhas. História de Ponta das Canas A Praia de Ponta das Canas passou por fortes mudanças na década de 1970. Até então, funcionava como uma pacata e afastada comunidade de pescadores e agricultores. Nesta década, um intenso movimento imobiliário se desenvolveu e tornou a praia o pólo turístico que é hoje. No início do século XX, a praia ficava completamente isolada das outras comunidades, tendo os moradores que caminharem até a Cachoeira do Bom Jesus pela areia para, de lá, pegarem ônibus para as demais localidades da ilha. As mercadorias chegavam por barco. Na década de 1950, a primeira estrada de chão foi construída sob ordens do prefeito Paulo Fontes. Nesta época, houve um aterramento para que a estrada pudesse passar. Tanto a orla dos pescadores, onde os barcos ficavam estacionados, como a pequena lagoa de Ponta das Canas tiveram áreas reduzidas para a conclusão da estrada. Até 1960, as principais casas eram construídas ao redor da igreja. Aos poucos, mais e mais casas apareceram. Terrenos herdados foram vendidos para empresas imobiliárias que apostaram em casas para aluguel de temporada, acompanhando o crescimento turístico de Canasveiras e Cachoeira do Bom Jesus.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE