PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Jardim Botânico de Florianópolis

Inaugurado em 24 de setembro de 2016, o Parque Jardim Botânico de Florianópolis ocupa uma área de 19 hectares no bairro do Itacorubi. Fica localizado próximo ao Parque Ecológico do Córrego Grande e foi inaugurado para ser mais uma opção de passeio ecológico na região central da cidade.

Apesar do nome, o parque ainda não conta com grande variedade de plantas nativas. Há uma horta comunitária com a plantação de espécies que vão do hortelã ao agrião. Ao lado há outro espaço com uma horta modelo onde cada planta é identificada como uma parte vital do corpo humano. Também há algumas espécies exóticas identificadas como palmeiras-imperiais e nogueiras, além de uma grande área de mangue ao redor do parque para arborizar o ambiente.

Por ter sido inaugurado há pouco tempo, o local ainda está sendo moldado e aumentando a variedade de plantas - algo que pode passar de forma despercebida para quem apenas quiser uma sombra para sentar e relaxar em meio a natureza.

Opções de lazer e esportes

O caminho de entrada leva até um lago, com uma pequena trilha ao seu redor que leva a outras áreas do parque. Na área central há diversas mesas e cadeiras. Como é permitido entrar com comidas, a sugestão é levar opções para um bom pique-nique, até porque há diversas árvores ao redor que protegem o visitantes do sol.

Após o lanche, as crianças podem se divertir no escorregador, balanço ou outros brinquedos do parquinho que fica ao lado. É bastante comum ver os pequenos dirigindo triciclos infantis ou mesmo aproveitando os caminhos do parque para aprender a andar de bicicleta com rodinhas.

Cultura verde

Também há espaço para quem quer praticar algum esporte em meio à natureza. Além da tradicional caminhada, há fita de slackline instalada no local. Ao lado há um campo de vôlei de praia com rede, onde é necessário apenas uma bola e alguns amigos para jogar uma partida.



Próximo a entrada há um centro de visitantes onde algumas exposições são apresentadas. Em frente ao local há uma pessoa identificada como funcionária da Comcap que pode auxiliar o visitante. O parque tem outras edificações que ainda podem ser utilizaras para aprimorar a pesquisa sem interferir no ambiente.

Um exemplo é um galpão que há nos fundos do bosque que está sendo reformado para receber cursos de educação ambiental. Também há previsão da construção de auditório, cozinha comunitária e espaço para leituras.

Sem carros e pets

jardim-botanico-floripa4

O parque não tem estacionamento próprio em sua estrutura. Para quem for de carro, a dica é deixar o automóvel nas ruas próximas ao local. Já para quem for de bicicleta, existe a opção de deixar a magrela logo na entrada do parque em local indicado.

Também não é permitida a entrada de animais de estimação, assim como ocorre nos parques do Córrego Grande, Peri e Maciço do Morro da Cruz. A Floram, autoridade ambiental de Florianópolis, não permite o acesso de animais domésticos em unidades de conservação e parques ecológicos do município. A Comcap, responsável pela manutenção do parque, ainda reforça que a proibição da permanência e trânsito de animais em locais de livre acesso ao público está prevista na Lei Municipal 094, de 2001.

jardim-botanico-floripa3

Outras restrições do local:

Som alto

Perturbar e alimentar a fauna silvestre

Trazer animais domésticos

Jogar lixo e entulho

Fazer fogo e churrasco

Cortar vegetação

Fumar

Consumir bebida alcoólica

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE