Monumento aos Açorianos | Pontos Turísticos de Florianópolis
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Monumento aos Açorianos

Em 1996, foi erguido o Monumento aos Açorianos em uma área próxima à cabeceira continental das pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Salles. Para sua construção, o Núcleo de Estudos Açorianos - NEA da Universidade Federal de Santa Catarina organizou concurso em nível nacional no ano anterior, sendo vencedora a proposta apresentada pelo artista plástico blumenauense Guido Heuer. Nascido em 1956, Heuer iniciou seu aprendizado com o avô, Johannes Heuer, especialista em adornos funerários feitos de bronze. Notabilizou-se pelo trabalho com metais, principalmente painéis e esculturas. O monumento tem como elementos principais uma janela e uma porta, que remetem às características arquitetônicas das edificações do período colonial em Desterro, além de uma roda de carro de boi, meio de transporte implantado pelos casais açorianos que chegaram à região a partir da segunda metade do século XVIII. A porta é atravessada por um eixo vertical que sustenta placas de metal, nas quais estão estampados os seguintes ícones: a coroa do Divino Espírito Santo; o touro, que remete à Farra do Boi; o bilro das rendas; o peixe, que alude à pesca; o jarro, que lembra os artefatos cerâmicos; o pão-por-Deus, representando as tradições orais. Endereço: Rua Capitão Euclides de Castro - Cabeceira continental da Ponte Pedro Ivo Campos.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE