Museu de Florianópolis | Guia Floripa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Museu de Florianópolis

O Museu de Florianópolis situa-se no prédio onde, até 1930, funcionava a Casa de Câmara e Cadeia

Regulamentado através de um convênio entre a Prefeitura Municipal de Florianópolis e o Sesc Santa Catarina, o Museu de Florianópolis foi inaugurado em 2019 e tem o intuito de expor a história da capital desde períodos anteriores à colonização até a contemporaneidade.

O prédio de arquitetura colonial foi restaurado em 2018 e fica na Rua dos Ilhéus, número 242 (ao lado da Praça XV de Novembro). A localização é referência por se tratar do coração do Centro Histórico, nas proximidades do Museu Victor Meirelles. 

A recente restauração do prédio foi realizada em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Estrutura atual e espaços expositivos

No térreo do sobrado histórico de 865m², há três espaços expositivos: um destinado ao legado da Casa de Câmara e Cadeia; um para exposições temporárias; e outro destinado às histórias orais de alguns personagens marcantes da ilha. 

Também conta com uma sala para a reserva técnica e um espaço para ações educativas, palestras e oficinas.

Já no piso superior, há as salas “Grande Projeção”, “Hoje e Amanhã”, “Depoimentos” e “Primeiros Ocupantes”, que abriga as exposições de longa duração.

Outra atração estrutural é o corredor com uma linha do tempo. Além disso, também há um anexo ao prédio, onde ficam as salas da administração.

Funcionamento

Também popularmente conhecido como “Museu Municipal”, o Museu de Florianópolis tem o seguinte horário de funcionamento:

De março a novembro - segunda a sexta-feira, das 09 às 19h; sábados, domingos e feriados, das 10 às 16h;

De dezembro a fevereiro - segunda a sexta-feira, das 10 às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10 às 16h.

Mediante comprovação, estudantes, idosos e crianças menores de 12 anos pagam apenas o valor da meia-entrada para a visitação: R$ 5. O valor da entrada inteira é R$ 10.


Texto: Willian Schütz
Foto do abre: Maurélio Pereira
Foto placa do museu: Thiago Barbosa 


Antiga Casa de Câmara e Cadeia 

“O poder municipal da capital catarinense fora sediado na Casa de Câmara e Cadeia quando a Florianópolis ainda chamava-se Vila de Nossa Senhora do Desterro. 

Projeto do arquiteto faialense Tomás Francisco da Costa, foi construída com paredes de pedras argamassadas com óleo de baleia, areia e cal, e sua construção durou exatamente nove anos e dez meses, de 1771 a 1780. Como todas as Casas de Câmara do Brasil Colônia, conforme a tradição portuguesa, em seu andar térreo trancafiavam-se os infratores da lei, escravos, rebeldes e loucos e, no piso superior, o Paço da Câmara e do Senado".

Saiba mais sobre a Casa de Câmara e Cadeia em: guiafloripa.com.br/cidade/bairros/centro/pontos-turisticos/antiga-casa-de-camara-e-cadeia (fonte).


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE