PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

24º Festival Isnard Azevedo: MOMO: para Gilda com ardor

Abordando a subversão da identidade de gênero e orientação sexual, narra a história real da travesti Gilda, que vinda do interior, ocupava as ruas do Centro de Curitiba e foi morta em 1983. Ao estilo Vedete, Gilda canta e dança pelas ruas, subvertendo o conservadorismo paranaense. No estilo de bloco carnavalesco, Gilda convida os espectadores a abandonarem o teatro e sair em desfile.

Inicio: 21/09/2019 23:00

Fim: 22/09/2019 01:00

Ingressos: Gratuito.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE