PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Cores de Aidê, PAZ, Transvyadaji – Casa de Noca

O Encerramento do 11º Congresso Fazendo Gênero + 13º Mundos de Mulheres será de muita música e alegria na Casa de Noca em parceria com Saravá Cultural Produções.

Na festa de despedida, a noite contará com show da banda Cores de Aidê e PAZ (ARG), além da performace artística TRANSVYADAJI. Para completar, discotecagem de DJ Lê Bafão.

A banda Cores de Aidê é formada por mulheres que, através do Ritmo Samba Reggae, de suas danças e composições, honra o respeito e o direito pela liberdade. Cores de Aidê nasceu no dia 21 de fevereiro de 2015, no Morro do Quilombo, em Florianópolis. Um grupo de mulheres se uniu para viver a arte e mergulhar no universo percussivo do Samba Reggae. A partir dessa influência afro brasileira, surgiram composições próprias, arranjos, coreografias e principalmente relações baseadas na liberdade e no respeito a união de etnias.

TRANSVYADAJI com Vulk Nik e Helen Maria - Performance Artística: "Performance degenerada cantada bamboleada anti macho heteronormativo >terrorixta de gênero<, okupando territórios mandando papo reto sem cuspe nem massagem, tomando de assalto. Brasil, país que mais mata travestis e transexuais no mundo, é também o que mais procura pornografia do mesmo. Cala ou grita? vai fingir que nada acontece? GRITO! É pra você escutar, eu quero ver você me calar!"

Rapper, performer, artivista e DJ de origem Patagônica Mapuche. PAZ não é uma definição, mas a desconstrução; não é realidade binária, mas a pluralização; tampouco é a certeza estética, pois seu exotismo e originalidade traduzidos pela poesia e questionamento de suas músicas revelam uma mente que interroga os meios, os arquétipos, e as convenções. Suas músicas destacam-se por explorar a mistura de ritmos do gueto e sons orgânicos traduzidos da eloquência de sua performance e das ondas de um set digital.

Inicio: 05/08/2017 01:00

Fim: 05/08/2017 02:30

Ingressos: R$ 15 antecipado. R$ 20 na hora.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE