PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Exposição Irrupção Geográfica – Transbordamentos Possíveis

Com curadoria de Claudia Zimmer e Juliana Crispe, a Fundação Cultural Badesc abre, no Espaço Fernando Beck, a exposição coletiva Irrupção Geográfica - Transbordamentos Possíveis. A mostra reúne obras de 13 artistas que propõem discutir mapeamentos literais ou imaginários a que os indivíduos são submetidos e que muitas vezes são provocados por eles mesmos. Com obras em diferentes linguagens - fotografia, objeto, vídeo, instalação e colagem, a exposição inédita trata de cartografias determinadamente imprecisas desenhadas cotidianamente. Artistas e obras que integram a exposição; Ana Sabiá com Vigília de uma Noite de Inverno; Claudia Zimmer com Marcar o Dia Pedra Branca e Marcar a Noite com Pedra Preta; Daniele Zacarão com Sem título; Eliana Borges com Carto+Grafias; Fabíola Scaranto com Ensaio Sobre a Poeira; Fran Favero com Inundação; Helene Sacco com Odisséia Mínima até Lugar Nenhum; Hélio Fervenza com Ruaquintal; Juliana Crispe com Entre Margens Imprecisas; Juliana Hoffmann com Por Tudo; Maria Ivone dos Santos com As Extensões do Contato; Raquel Stolf com Mar Paradoxo e Sandra Favero com Arqueologicamente Contemporânea e A Escória da Ferrugem.

Inicio: 10/08/2018 22:00

Fim: 13/09/2018 22:00

Ingressos: Gratuito.

Abertura da exposição: 10 de agosto, sexta-feira, às 19h. Visitação até 13 de setembro. Terça a sábado, das 12 às 19h.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE